Infraestrutura

“Ter água encanada em casa era um sonho”, declara beneficiária de SSAA, em Matinha

Dores nas costas, na cabeça e tontura são queixas de Ivaneide Ribeiro, de 53 anos, moradora do povoado João Luís, município de Matinha. Para ter água em casa para beber e preparar os alimentos, ela tinha uma rotina pesada. Transportava a água numa canoa e ao chegar na beira do campo, carregava na cabeça os baldes para dentro de casa.

Com a chegada de um Sistema Simplificado de Abastecimento de Água (SSAA) na comunidade em que ela mora, entregue, semana passada, pelo Governo do Estado, por meio do Sistema de Agricultura Familiar, Ivaneide Ribeiro realizou um sonho antigo, o de ter água encanada em casa. O Sistema de Agricultura Familiar, Sistema SAF, é formado pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp/MA) e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma/MA).

“Eu rezava, todos os dias, para essa água chegar na minha casa e, graças a Deus, agora, esse sonho é realidade. A gente sofria muito com a falta d’água. No período da seca a gente pagava carro ou moto para trazer os baldes de água em casa. Agora, neste período chuvoso, a gente traz na canoa. É um esforço muito grande”, relatou. Em Matinha, a SAF entregou três SSAAs, nos povoados Malhada, Vilinha e João Luís. Com esses equipamentos, cerca de 200 famílias terão água potável disponível em suas casas.

Para o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Júlio César Mendonça, levar água de qualidade a locais que, antes, eram esquecidos pelo poder público mostra como o Governo do Estado está priorizando a população que mais precisa. “Água é essencial para se ter dignidade, produção e qualidade de vida”. Até o momento, foram entregues 18 SSAAs distribuídos nos municípios de Açailândia, São Raimundo das Mangabeiras, Icatu, Lago do Junco, Peritoró, Duque Bacelar, Tuntum, Nova Colinas e Matinha.

A presidenta da Agerp/MA, Loroana Santana, explicou que as ações do Governo do Estado de levar água às famílias da zona rural visam promover qualidade de vida por meio da implantação de condições sanitárias domiciliares, abastecendo esses municípios com água potável para atividades domésticas e para pequenas produções agrícolas. “Com essas ações estamos resgatando a cidadania e solucionando casos de doenças transmitida pela má qualidade da água”.

O SSAA é composto por poços tubulares, reservatórios com capacidade de 15 mil litros e redes de distribuição com ligações domiciliares. Tem como objetivo o fornecimento de água para consumo e produção das famílias. Portal do Governo do Estado.

Mais em Infraestrutura


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!