Educação

Matinha é a cidade que tem mais alunos pré-selecionados para o Parlamento Estudantil Maranhense

Saiu a lista com os 42 alunos pré-selecionados para a terceira edição do programa  “Parlamento Estudantil Maranhense”. Para esta etapa, foram selecionados alunos de 14 municípios. Matinha é o município com maior número de representantes: 11 alunos. Todos eles são da escola ‘Aniceto Mariano Costa’.

Foram 116 inscrições de alunos de escolas públicas e privadas em todo o Maranhão. Dos 42, serão escolhidos 22, que comporão o Parlamento Estudantil no dia 29 de novembro, no Plenário  Nagib Haickel, da Assembleia Legislativa. Os municípios que tiveram alunos selecionados foram: Matinha, Bacabal, Codó, Imperatriz, Porto Franco, Grajau, Coroatá, Santa Helena, Tutóia, Timon, Lago Verde, Colinas, São José de Ribamar e São Luís.

O consultor-geral da Assembleia Legislativa, Aristides Lobão, informou que no dia 12 de setembro serão definidos os 22 projetos dos estudantes que participarão do Parlamento Estudantil. Para a escolha dos projetos, serão levados em consideração o aspecto técnico e o conteúdo.

“O Parlamento Estudantil Maranhense será constituído por 22 deputados estudantes. Os trabalhos do programa serão realizados no Plenário Nagib Haickel, local onde os deputados estudantes apresentarão seus projetos de lei e saberão como funciona o processo legislativo estadual”, explicou Aristides Lobão. O deputado estudante manterá essa qualificação por um ano e a Sessão do Parlamento Estudantil é uma simulação de uma Sessão Plenária da Assembleia Legislativa para que os estudantes tenham a ideia do cotidiano das atividades parlamentares.

Parlamento Estudantil Maranhense

O Programa Parlamento Estudantil Maranhense visa a integração dos alunos das redes de ensino pública e privada do Estado do Maranhão com a atividade parlamentar, preparando-os para o pleno exercício da cidadania, elaborando projetos de lei e debatendo na Assembleia Legislativa temas de grande relevância para o Estado. O Parlamento Estudantil Maranhense foi implantado na gestão do então presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, deputado João Evangelista.

Em 2016, a pedido da Presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, o Parlamento Estudantil Maranhense foi completamente restruturado por meio da Resolução Legislativa 800/2016 e, já em 2017, teve novamente uma sessão ordinária realizada. O objetivo do programa é estimular nos estudantes maranhenses a reflexão sobre política local e nacional, o exercício da cidadania e o conhecimento sobre como se organiza e se estrutura uma democracia representativa.

 

Mais em Educação


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!